Vereadora de Catu divulga carta aberta após colegas pedirem sua prisão: "sigo de cabeça erguida"

[Vereadora de Catu divulga carta aberta após colegas pedirem sua prisão:
17 de Outubro de 2019 às 23:10  Por: Divulgação/ CMC  Por: Redação BNews  0comentários
A vereadora de Catu, Clara Sena (SD), divulgou uma carta aberta após 10 dos 13 vereadores do município acionaram o Ministério Público para pedir a sua prisão por “usurpação de poder”. Na argumentação dos edis, ela estaria roubando a função pública ao postar em suas redes sociais uma orientação para que a população insatisfeita denunciasse ao MP os problemas com o sistema público de saúde.
"Da minha parte, sigo livre, de cabeça erguida, na certeza de que tenho feito o meu papel. felizmente conto com a sensatez do Ministério público e do poder Judiciário deste município que decidiram pelo arquivamento dessa insanidade cometida pelos 10 vereadores, que entraram para a história do município, de forma vexatória e desprezível, como os primeiros que pediram a prisão de uma colega por exercer a sua função!", afirmou na carta.
Caso:
A vereadora sugeriu a abertura de uma CPI para investigar a cooperativa de médicos Coofsaúde, que recebeu mais de R$ 44 milhões da prefeitura. “Os donos dessa cooperativa foram presos no ano passado pelo desvio de cerca de R$ 1 bilhão. Somente porque apresentei uma mensagem nas minhas redes sociais orientando a população que, se tivesse insatisfeita com o serviço público de saúde, buscasse o Ministério Público, meus colegas pediram a minha prisão”, relatou Clara.
O Ministério Público e o Poder Judiciário se manifestaram pelo arquivamento da representação, já que se tratou de uma mera informação ao público em geral.
Share on Google Plus

About Visão de Águia

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.

0 Comments:

Publicar um comentário

Fale Conosco

Fale Conosco