Auditor do TCU revela que pai militar repassou dados falsos sobre Covid a Bolsonaro

 


Auditor do TCU revela que pai militar repassou dados falsos sobre Covid a Bolsonaro
Imagem: Reprodução/ Metrópoles

O auditor do Tribunal de Contas da União (TCU), Alexandre Figueiredo Costa e Silva, admitiu para seu superior direto no órgão que foi ele o autor das análises que fizeram o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) divulgar a informação falsa de que o TCU questionava o número de mortes por Covid-19 ocorridas no Brasil. Informações preliminares já nas mãos da corregedoria do tribunal indicam que o auditor assumiu ter comentado o teor de suas análises com o pai, que, por sua vez, é militar e amigo pessoal de Bolsonaro.

 

O homem, então, enviou o texto ao presidente da República. Depois disso, Bolsonaro disse a apoiadores que uma tabela do TCU confrontava o número de óbitos em decorrência da pandemia. O próprio órgão afirma que a tabela não existe (saiba mais aqui).

 

Com toda essa repercussão, a coluna de Mônica Bergamo, na Folha de S. Paulo, conta que a corregedoria vai encaminhar um relatório à presidente do TCU, Ana Arraes, para propor a abertura de um processo disciplinar contra o auditor, a fim de que a investigação seja aprofundada, com depoimentos colhidos. Enquanto isso, Costa e Silva deve ser afastado do cargo.

 

A publicação aponta ainda que as famílias dele e de Bolsonaro são tão próximas que o auditor chegou a ser indicado para uma diretoria do BNDES em 2019. A posse, no entanto, foi barrada pelo próprio TCU por conflito de interesses, pois o tribunal fiscaliza o banco.

Share on Google Plus

About Visão de Águia

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.

0 Comments:

Enviar um comentário

Fale Conosco

Fale Conosco