Anatel abre leilão de faixas da tecnologia 5G

 


A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) abriu na manhã desta quinta-feira (4) a sessão destinada ao leilão de quatro frequências do 5G, a nova geração de internet móvel. A sessão foi suspensa logo em seguida para a cerimônia de abertura com autoridades.

A primeira faixa a ser leiloada será a de 700 megahertz (MHz). A faixa foi orçada em R$ 2,3 bilhões. Deste total, R$ 2,1 bilhões deverão ser investidos pelas vencedoras nas obrigações previstas no edital, e a diferença será arrecadada para os cofres do governo.


No caso da faixa de 700 MHz, as obrigações são:


levar internet para cerca de 31 mil quilômetros de rodovias federais sem acesso à tecnologia;

levar 4G para cidades sem acesso à tecnologia.

A faixa de 700 MHz é compatível com o 5G, mas será destinada, principalmente, à ampliação do 4G, de forma a atender cidades ainda não cobertas pela tecnologia. É uma faixa de amplo alcance, podendo cobrir áreas com grande abrangência geográfica. É atrativa para o setor de agronegócio.

De acordo com o edital, serão ofertadas quatro faixas de frequência:


700 MHz (megahertz);

2,3 GHz (gigahertz);

3,5 GHz;

26 GHz.

Essas faixas funcionam como "avenidas" no ar para transmissão de dados.


É por meio das faixas que o serviço de internet será prestado. O prazo de outorga — direito de exploração das faixas — será de até 20 anos.


O que muda com a chegada do 5G? Conheça as possibilidades da tecnologia

O 5G, nova tecnologia de conexão móvel, começará a chegar ao Brasil em 2022 – primeiro nas grandes cidades e ao longo do tempo nos demais municípios do país.


De imediato, as pessoas que se conectarem na rede irão experimentar uma velocidade maior para baixar e enviar arquivos pelo celular e menos atraso em videochamadas.


Isso porque o 5G pode ser até 100 vezes mais rápido do que as conexões 4G e terá a chamada baixa latência (um tempo mínimo de resposta, responsável pelo "delay" que acontece em ligações).


A tecnologia nem sempre vai atingir suas velocidades absolutas, mas a melhora deve ser significativa.

A evolução da rede vai permitir conectar muitos objetos à internet ao mesmo tempo: celular, carro, semáforo, relógio. Tudo isso já pode ser ligado ao 4G, mas é esperada uma melhoria para que tudo funcione de forma mais estável.

Share on Google Plus

About Visão de Águia

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.

0 Comments:

Enviar um comentário

Fale Conosco

Fale Conosco