Rui rechaça “faca no meu pescoço” e diz que não abre do mandato

 


Ao que tudo indica os ventos sopraram forte um dia depois do desembarque do PP da base do Governo Rui Costa e em tom que se assemelha à tradicional Terça da Benção do Pelourinho, cruzaram o Atlântico e aportaram em Almadina, Sul da Bahia. No melhor estilo baiano de força e pudor e num discurso inflamado, Rui soltou o verbo ao rechaçar o que soaria como uma ameaça: "O povo da Bahia me deu um mandato até 31 de dezembro de 2022 e ninguém, a pretexto nenhum, pode colocar a faca no meu pescoço e dizer que eu abra mão deste mandato".


O discurso carregado de emoção e desabafo encontrou eco na plateia, mas antes já tinha o axé de muita gente insatisfeita com a cúpula pepista. Não por acaso, quatro prefeitos do partido marcaram presença em evento do governo realizado nesta terça (15), em Almadina, no sul do estado. Além de integrarem o palanque, os gestores municipais confirmaram apoio à pré-canditatura de Jerônimo Rodrigues (PT) ao Governo do Estado.


Juraci, prefeito de Barro Preto; Jadson Albano, de Coaraci; Dr. Marival, de Nova Canaã e Paulo Rios, prefeito de Itororó prestigiaram o ato que marcou o anúncio de pavimentação da estrada entre Almadina e Floresta Azul, a construção de nova escola e nova delegacia na cidade. Ao todo 16 prefeitos e 8 ex-prefeitos da região sul estiveram ao lado de Rui e Jerônimo. Ainda nesta semana Rui deve visitar as cidades de Tapiramutá, Gongogi, Vitória da Conquista e Anagé.



Share on Google Plus

About Visão de Águia

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.

0 Comments:

Enviar um comentário

Fale Conosco

Fale Conosco