Ibi Terra Santa

Vasco se prepara para semana de decisões fora e dentro de campo

 


A semana será decisiva para o Vasco dentro e fora das quatro linhas. Enquanto Jorginho e comissão técnica preparam o time para o confronto direto contra o Ituano, no próximo domingo, o departamento jurídico do clube entra em ação na quinta-feira, no Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD). Ambos os compromissos podem definir o futuro vascaíno.

Em campo, a importância do confronto é enorme. O Vasco precisa empatar ou vencer em Itu para se garantir na Série A de 2023. Uma derrota muito provavelmente selaria a permanência do time na Série B pelo terceiro ano consecutivo.

Mas fora de campo o clube tem chances de garantir o acesso antes mesmo da rodada final. O julgamento da confusão do jogo contra o Sport está marcado para acontecer na próxima quinta, às 14h. No jogo da 35ª rodada, torcedores rubro-negros invadiram o gramado da Ilha do Retiro após o Vasco empatar nos minutos finais do segundo tempo.


O Sport foi denunciado em três artigos do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (205, 211 e 213) e também nos artigos 19 e 20 do Regulamento Geral de Competições da CBF, podendo ser punido com perdas de mando de campo (de uma a dez partidas), multa e também perda do ponto conquistado na partida, com o Vasco sendo declarado vencedor.

Se isso acontecer, o Vasco iria a 61 pontos antes mesmo de entrar em campo e já não poderia ser alcançado pelos adversários que estão abaixo na tabela de classificação.

O processo corre na 4ª Comissão Disciplinar do STJD. O departamento jurídico do Vasco, chefiado por Gisele Cabrera, se concentra no caso desde o dia seguinte ao ocorrido no Recife. O clube carioca não é réu, mas tem interesse direto na decisão.

Outras duas denúncias envolvem o goleiro Carlos Eduardo e o vice-presidente de futebol, Augusto Carreras, ambos do Sport. Segundo a Procuradoria, os dois teriam sido flagrados em vídeo "chutando o massagista da equipe do Vasco que estava no chão e sem possibilidade alguma de defesa”.

O Vasco confia em um desfecho favorável com base no julgamento do Ceará, que também foi denunciado por invasão de campo no empate com o Cuiabá, pela 32ª rodada da Série.

Enviar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem

Fale Conosco

Ibi Terra Santa