Ibi Terra Santa

Rosemberg defende reajuste salarial na AL-BA como “tradição” de seguir aumentos no Congresso Nacional

 


O deputado estadual Rosemberg Pinto (PT), líder do governo na Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA), defendeu o reajuste salarial aprovado, nesta quinta-feira (29), na Casa para os próprios parlamentares. Segundo ele, o que houve foi apenas uma “regulamentação” de uma “tradição” de seguir as movimentações salariais do Congresso Nacional.

 

“Na realidade, não teve reajuste. Toda vez que há uma alteração nos vencimentos dos deputados federais e senadores, isso tem uma replicação nos deputados estaduais. Para isso, é necessário que seja regulamentado. Por isso, a mesa diretora da Casa fez a regulamentação, para que a gente pudesse seguir o que já é uma tradição, de seguir os reajustes que têm no Congresso Nacional”, explicou Rosemberg.

 

Os parlamentares da AL-BA aprovaram, nesta quinta, o aumento do próprio salário em 16%. O salário dos parlamentares passa de R$ 25,3 mil para R$ 29,4 mil. Os novos valores já começam a valer em 1º de janeiro de 2023 (saiba mais aqui).

 

A medida vem duas semanas depois da Casa aprovar o reajuste salarial do governador do estado em 48,5%, passando de R$ R$ 23,5 mil e indo para R$ 34,9 mil (veja aqui).

Enviar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem

Fale Conosco

Ibi Terra Santa