Type Here to Get Search Results !

Player Web Rádio Falando Francamente

Ibi Terra Santa
Câmara Municipal de Ibicaraí Ibi Terra Santa

IMAGENS

Flamengo busca fim de seca contra Palmeiras após vice da Libertadores em Montevidéu

 


Grande adversário do Flamengo dentro do futebol brasileiro desde 2016, o Palmeiras tornou-se pedra no sapato recente. A seca dos cariocas começou com a derrota mais dura da atual geração: a da final da Libertadores, em Montevidéu. Antes disso, o cenário era diferente: entre junho de 2018 e novembro de 2021, os paulistas ficaram nove jogos sem ganhar o confronto, com cinco vitórias rubro-negras e quatro empates.

No mágico 2019 foram duas vitórias do Flamengo. Os 3 a 0 do Maracanã derrubaram Felipão, os 3 a 1 do Allianz culminaram na queda de Mano Menezes. Em 2020, uma vitória em Brasília por 2 a 0, pela 31ª rodada, indicava que o Fla se aproximava do título, confirmado em fevereiro do ano seguinte.

Em 2021, mais domínio do Flamengo: campeão da Supercopa do Brasil nos pênaltis e mais duas vitórias no Brasileiro, uma por 1 a 0 no Maraca e outra por 3 a 1.

Seca a partir da Libertadores

De 2019 em diante, o Flamengo colecionava títulos. Chegava à decisão da Libertadores, no dia 23 de novembro de 2021 com dois Brasileiros, uma Libertadores, duas Supercopas do Brasil, uma Recopa Sul-Americana e três estaduais nas costas. Tinha um elenco melhor, mas não fazia um bom Brasileirão e vinha de eliminação na semifinal da Copa do Brasil.


Havia também problemas clínicos. Bruno Henrique, Arrascaeta e Pedro, que só entrou no segundo tempo da prorrogação, não estavam 100%. Resultado: num jogo equilibrado e com empate no tempo normal, o Rubro-Negro acabou derrotado após o erro histórico de Andreas Pereira.

O primeiro encontro pós-Montevidéu deu-se em abril de 2022. Num dos poucos bons jogos de Paulo Sousa, o Flamengo foi melhor do que o Palmeiras, mas ficou no 0 a 0 em jogo de recorde de público no país. No returno, mesmo com os reservas, o Rubro-Negro foi o melhor, fez 1 a 0, mas levou o empate pelos pés do carrasco Raphael Veiga.


O primeiro grande jogo do calendário nacional de 2023 foi a decisão da Supercopa do Brasil, e Veiga aprontou novamente. Fez dois, assim como Gabigol, mas o Palmeiras venceu por 4 a 3 de virada.


No Brasileiro, num jogo de tempos opostos, empate por 1 a 1 no Allianz.

Bem no Maraca

Se o retrospecto pós-final de Libertadores não é bom, no Maraca a situação se inverte. A última derrota no estádio foi sofrida em 6 de dezembro de 2015, quando o Palmeiras venceu o Flamengo por 2 a 1, com gols de Dudu e Victor Hugo - Pará descontou.


Depois do revés, os times se reencontraram quatro vezes. O Flamengo venceu por 3 a 0 em 2019, com gols de Gabigol (dois) e Arrascaeta (um), e por 1 a 0 em 2020 - Pedro marcou.

Em 2018 houve um empate por 1 a 1 que foi ruim para as pretensões rubro-negras em relação ao título. No ano passado, os times ficaram num empate sem gols, mas o Flamengo foi melhor.

https://ge.globo.com/futebol/brasileirao-serie-a/

Tags

Enviar um comentário

0 Comentários

ANÚNCIE AQUI

ANÚNCIE AQUI

ANÚNCIE AQUI

#