Novos conselheiros do Conselho Estadual de Desenvolvimento Territorial são empossados



Foram empossados nesta quarta-feira (31) os novos conselheiros do Conselho Estadual de Desenvolvimento Territorial (Cedeter), durante sua primeira reunião ordinária de 2019, na sede da Secretaria do Planejamento do Estado (Seplan), em Salvador. Presidido pelo secretário do Planejamento, Walter Pinheiro, o conselho é um fórum permanente de caráter consultivo e de assessoramento, instituído por lei estadual em 2014, e reúne representantes de diferentes esferas de governo e da sociedade civil organizada dos Territórios de Identidade.

O secretário Pinheiro destacou a importância da atuação do Cedeter e o novo direcionamento dos trabalhos com foco na integração da sua atuação com as outras instâncias territoriais e de governo. “Possui atribuições de extrema relevância na proposição e acompanhamento da implementação de políticas públicas e estratégias com foco no desenvolvimento de cada um dos 27 territórios de identidade da Bahia. Vamos focar agora principalmente na integração dessas políticas e das ações de governo com base no planejamento territorial”, ressaltou Pinheiro.

A reunião contou com a presença da secretária estadual de Ciência, Tecnologia e Inovação, Adélia Pinheiro, que falou sobre a importância do fortalecimento dos ecossistemas ligados às áreas de atuação da pasta sob seu comando nos territórios baianos. “Importante destacar que desenvolvimento científico de tecnologias e aplicação por inovação se faz sempre no sentido de enaltecer a distribuição melhor de riqueza com mais igualdade social, enfim, o desenvolvimento do nosso Estado e todos os seus territórios”, disse. Ela anunciou ainda a realização de 11 conferências regionais de CT&I entre os dias 21 e 27 de outubro.

O conselheiro Francisco José de Almeida, do Território de Irecê, ressalta a expectativa positiva com o futuro da atuação do Conselho. “Sinto muito compromisso do lado do Estado.  As pessoas que representam o Governo demostram que conhecem o processo do planejamento, e parece-me que tem muita empatia pra o trabalho em conjunto, inclusive para os conflitos que haverão de surgir entre os interesses da sociedade civil. Há uma expectativa muito boa de que iremos, de fato, dar passos largos, porque não estamos começando do zero, porque os conselheiros que chegam são novos aqui neste espaço, mas são pessoas que têm experiência de gestão em outros lugares”, disse.

Share on Google Plus

About Visão de Águia

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.

0 Comments:

Publicar um comentário

Fale Conosco

Fale Conosco