APLB SINDICATO ENVIA OFICIO AO GESTOR COM PAUTA DECIDIDA EM ASSEMBLEIA

Foto APLB sindicato

É de conhecimento de todos que o Município de Ibicaraí vem enfrentando dificuldades em relação aos pagamentos de pessoal. E não está sendo diferente com os professores que já vem a mais ou menos três meses tendo dificuldades nos recebimentos dos seus salários.

Vale ressaltar que a categoria tentou por varias vezes sentar com a gestão para discutir a situação e não obteve resposta. Até que o gestor convocou uma reunião com a categoria, porém o gestor na ocasião não se fez presente, mandando apenas seus representantes, o que terminou desagradando a categoria.

A situação foi ganhando proporções e com isso a imprensa, os comerciantes e os próprios vereadores que também  comprou a briga dos professores. E a primeira ação enérgica da câmara de vereadores foi convocar uma sessão exclusiva para tratar da situação do pagamento dos professores. Nessa mesma sessão o presidente Ney Macedo assegurou que iria convocar uma reunião com o prefeito, secretária de Educação, vereadores e a categoria. Reunião essa que aconteceu no dia 05 de Dezembro e ficaram definidas as datas de pagamento.

No dia 10-12-19
Serão pagos os salários do mês de novembro dos efetivos, contratados e comissionados;
Será pago o 13º salário dos funcionários efetivos da administração em geral;

Folha de efetivo e 13º salário do pessoal do FUNDEB 40, os quais, serão pagos com recursos próprios do município;

No dia 20-12-19

Será pago o 13º salário dos professores;
No dia 30-12-19

Será pago o mês de novembro dos professores e pagamento do mês de dezembro do pessoal da limpeza pública;
No dia 10-01-20

Será pago o salário de todos os funcionários do município mês de dezembro/2019.

No mesmo dia 05 a APLB sindicato se reuniu para uma assembléia e definiu que a gestão acatou um dos itens de reivindicação que foi reunir com o sindicato para dialogar, o prefeito estipulou datas para resolver o problema do atraso salarial, os professores se comprometeram em repor as aulas para que os alunos não saiam prejudicados.

Na assembléia os professores decidiram da um voto de confiança a gestão, desde que esteja disposta a dialogar sempre que necessário com o sindicato, que aguarda o cumprimento das datas estipuladas pelo prefeito, e caso alguma data seja descumprida a categoria irá se manifestar e ficou definido também que a categoria iria negociar o pagamento das aulas paralisadas de maneira que ninguém saia prejudicado.

Diante do exposto, esta diretoria reafirma o compromisso com a educação na certeza que o dialogo é o melhor caminho.

Esse foi o comunicado da categoria, através da APLB ao gestor.


Share on Google Plus

About Visão de Águia

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.

0 Comments:

Publicar um comentário

Fale Conosco

Fale Conosco