CÂMARA DE VEREADORES DE IBICARAÍ VOLTOU A DISCUTIR AS CONTAS DE Dr. MONALISA TAVARES EXERCÍCIOS DE 2005 E 2008



A política de Ibicaraí sempre foi cercada de muitos problemas, quem não se lembra de tal recontagem que aconteceu em anos idos? Recentemente nas ultimas três eleições ibicaraí voltou a ter pleitos eleitorais cercado de muito disse me disse em razão de uma candidatura apresentar problemas judiciais, me refiro a candidatura da Dr. Monalisa Tavares.

Recentemente não se falava nas esquinas e grupos de whatsap de outra coisa, se não o retorno das contas da Dr. Monalisa Tavares a câmara de vereadores para ser apreciadas e votadas, fato esse sempre contestado pela supracitada e seus defensores.

No entanto o fato ganhou novos rumos nas ultimas semanas com a informação de que realmente a câmara de Ibicaraí votaria novamente as tais contas.

No ultimo sábado a Dr. Monalisa Tavares e um comunicador teria dito em uma emissora de radio da cidade algumas coisas em relação a casa de leis que não agradou aos edis,o que teria inflamado ainda mais aqueles que são os responsáveis por votar ou não as referidas contas.

Finalmente na noite desta segunda feira (1°) em uma sessão pra lá de quente, os vereadores fizeram duros discursos contra um radialista e contra a ex prefeita Monalisa Tavares. E com muita segurança reafirmaram que irá sim, votar novamente as contas da Dr. Monalisa Tavares.

Segundo alguns vereadores com quem conversei, os próximos passos é seguir os prazos legais e finalmente votar, dando assim o veredicto final.

O Tribunal de Contas dos Municípios do estado da Bahia (TCM) no parecer prévio numero 871/06 opinou pela rejeição das contas da prefeitura Municipal de Ibicaraí relativas ao exercício de 2005.


E na fundamentação da rejeição das contas de 2005 o TCM diz:

Em relação às contas de 2008 o parecer do TCM também foi favorável a rejeição.

O que levou a essa possibilidade dessas contas voltarem a ser pauta na câmara de vereadores de Ibicaraí depois de tanto tempo?

Entendamos com as contas rejeitadas Monalisa Tavares ficou inelegível por oito anos, prazo esse que acabaria justamente no ano de 2016. No entanto nesse referido ano, era também o ano de eleição, o jurídico da então candidata Monalisa Tavares, entrou com um pedido junto ao tribunal de justiça alegando que, Dr. Monalisa não Teve direito a ampla defesa no ato da rejeição de suas contas pela câmara de Ibicaraí, alegação essa que foi aceita pelo tribunal e Monalisa pode então ser candidata na eleição passada, e diferente do ocorrido em 2012 em que seus votos não foram computados, em 2016 sim, foram validados.

O que dizem os aliados da a Dr. Monalisa que ouvimos ontem à noite:

Que é impossível que a câmara vote novamente essas contas. Isso porque não foi o tribunal que enviou o pedido a câmara de Ibicaraí, e sim, teria sido alguém que foi lá buscar a copia dos processos, que segundo assessores próximos da Dr. Monalisa se quer foi autenticado para da validação ao documento, isso porque, ainda segundo um assessor da ex prefeita, o processo ainda não foi finalizado e por tanto não pode sair do tribunal.

O que diz a principal interessada no processo, a Dr. Monalisa Tavares.

Share on Google Plus

About Visão de Águia

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.

0 Comments:

Enviar um comentário

Fale Conosco

Fale Conosco