Justiça bloqueia R$ 640 mil de ex-marido preso por matar juíza


 

A Justiça do Rio de Janeiro bloqueou R$ 640 mil da conta bancária do engenheiro preso por matar a ex-mulher, a juíza Viviane Arronenzi, na véspera de Natal, na Barra da Tijuca, na Zona Oeste.


A decisão levou em conta a possibilidade de que Paulo Arronenzi – ou parentes dele – pudessem transferir o dinheiro para contas no exterior. Paulo tem dupla cidadania: é brasileiro e italiano.


Além disso, o bloqueio também tem como objetivo garantir uma futura indenização às três filhas do casal, que têm idades entre 7 e 9 anos


A magistrada Viviane Arronenzi, de 45 anos, foi morta com 16 facadas na frente das filhas. O ex-marido e autor do crime está preso. Desde o crime, as filhas do casal estão sob os cuidados da avó materna.

Share on Google Plus

About Visão de Águia

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.

0 Comments:

Publicar um comentário

Fale Conosco

Fale Conosco