Palmeiras vive noite desorganizada e pode comemorar o empate com o Libertad; veja análise

 


O Palmeiras viveu talvez a pior noite desde o início da era Abel Ferreira, que, com Covid-19, apenas observou do quarto de um hotel em São Paulo o jogo desta terça-feira contra o paraguaio Libertad.


Com praticamente todo o elenco à disposição, a equipe sofreu no aspecto físico, apresentou problemas de organização e saiu no lucro de Assunção, capital do Paraguai.


O empate por 1 a 1 deixa o time em situação favorável no confronto pelas quartas de final da Copa Libertadores. Basta um 0 a 0 na volta, terça que vem, no Allianz Parque, para a vaga na semifinal ser assegurada. Este cenário favorável, contudo, esbarra diante de uma atuação ruim, na qual a derrota só não veio pelas falhas nas finalizações do adversário e certa dose de sorte (duas bolas na trave).


Tudo bem que o gol do Libertad, responsável por decretar o resultado, saiu por intermédio de uma saída de gol errada de Weverton, mas o Palmeiras sofreu defensivamente, cedeu muitos espaços para o time paraguaio e flertou com a derrota.

Share on Google Plus

About Visão de Águia

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.

0 Comments:

Enviar um comentário

Fale Conosco

Fale Conosco