Ilhéus: Ex-secretários e empresário presos em operação têm penas mantidas por TJ-BA

 


por Francis Juliano

Ilhéus: Ex-secretários e empresário presos em operação têm penas mantidas por TJ-BA
Foto: Reprodução / G1

Os ex-secretários da prefeitura de Ihéus, no Sul, Jamil Chagouri Ocké e Kácio Clay Silva Brandão, além do empresário Enoch Andrade Silva, tiveram as penas mantidas. Em decisão desta terça-feira (9), a 2ª Turma da 1ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA) acatou o voto do desembargador Abelardo da Mata que conservou a sentença de primeira instância.

 

Os três foram alvos da Operação Citrus, deflagrada em março de 2017 (lembre aqui). Jamil Ocké e Kácio Clay Silva Santos foram condenados a nove anos prisão, enquanto Enoch Andrade foi sentenciado em 11 anos e 11 meses. A ação investigava um esquema de fraudes e superfaturamento em licitações e contratos realizados pela prefeitura à época.

 

Segundo informou ao Bahia Notícias o promotor Frank Ferrari, que coordenou a operação, os réus agora terão de apelar às cortes extraordinárias, como o Superior Tribunal de Justiça (STJ) e o Supremo Tribunal Federal (STF). Tanto Jamil Ocké, Kácio Clay Silva Santos como o empresário Enoch Andrade respondem aos processos em liberdade desde 30 de agosto de 2017. Mesmo em liberdade, os acusados estão impedidos de assumir cargos públicos pelo prazo de oito anos.

Share on Google Plus

About Visão de Águia

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.

0 Comments:

Publicar um comentário

Fale Conosco

Fale Conosco