Agentes da PF e PRF dizem se sentir desvalorizados por Bolsonaro durante a pandemia e farão protesto nesta quarta-feira (17)

 


Com mais de 3 mil casos de Covid-19 e 20 mortes na Polícia Federal (PF) e na Polícia Rodoviária Federal (PRF), policiais decidiram protestar contra o governo federal nesta quarta-feira (17), em Brasília.

Os agentes se dizem desvalorizados pelo presidente Jair Bolsonaro (sem partido) durante a pandemia, enquanto trabalham durante na linha de frente de ações contra o novo coronavírus.

Na PRF, 119 servidores foram afastados pela doença até o momento, nove óbitos registrados e 1.685 casos confirmados, segundo informações da coluna Painel, da Folha de S.Paulo.

Na PF, 11 morreram pelo vírus e 1.355 foram infectados até agora. Neste fim de semana, a morte de um escrivão da PF, Hélido Menezes, chocou colegas de corporação. Ele tinha 42 anos. A morte foi causada por sequelas da Covid-19.

O pano de fundo da insatisfação é a PEC Emergencial, aprovada pelo Congresso, que congela salários de servidores, entre eles os policiais.

Share on Google Plus

About Visão de Águia

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.

0 Comments:

Publicar um comentário

Fale Conosco

Fale Conosco