Educadores falam sobre estratégias para o ensino remoto no segundo dia da jornada pedagógica Paulo Freire



 

Os educadores da rede estadual de ensino, que participam nesta semana da Jornada Pedagógica Paulo Freire, estão tendo a oportunidade de discutir e receber informações sobre diferentes assuntos relacionados ao planejamento do ano letivo 2020/21, que se inicia em 15 de março, de forma 100% remota. Nesta terça-feira (9), o tema central abordado na live foi “Desafios do ensino remoto”. Já na pauta “Tempo escola”, os educadores se envolveram com as oficinas “Atividades realizadas em 2020” e “Avaliação diagnóstica”. A atividade, que segue até sexta (12), em formato virtual, está sendo transmitida nos canais TV Educa Bahia e YouTube Educação Bahia, podendo ser conferida no endereço https://cutt.ly/uzzdrva, com tradução em LIBRAS. O encontro foi mediado pela superintendente de Políticas para a Educação, Manuelita Brito.

 

O secretário da Educação do Estado, Jerônimo Rodrigues, falou sobre alguns materiais elaborados para o ensino remoto, com destaque para os Cadernos de Apoio à Aprendizagem. “Os cadernos estão fazendo um maior sucesso. São materiais de muita qualidade, feitos com carinho e competência por professores da nossa rede. Se tiver alguma escola fazendo os seus próprios cadernos, também pode nos mandar para a gente multiplicar e disponibilizar, tanto impresso para os estudantes, quanto digital para as nossas redes sociais”, destacou.

 

O diretor de Tecnologia e Inovação da Tríade Educacional, Leandro de Holanda, falou sobre o ensino remoto emergencial, destacando questões como personalização das atividades e criação de sequências didáticas com o foco na integração. A professora Dilcléia Oliveira, do Ensino Médio com Intermediação Tecnológica (EMITec), abordou algumas ferramentas para a construção de aulas remotas, como Google Classroom, Jam Board, Chat Class; falou sobre a estruturação de grupos no WhatsApp para o envio de arquivos, interação e produção; e destacou os recursos disponíveis, como os Cadernos de Apoio à Aprendizagem e as videoaulas do EMITec, entre outros.

 

A professora Tânia Benevides, da Unidade de Educação à Distância da Universidade do Estado da Bahia (UNEAD/UNEB), apresentou algumas contribuições das experiências docentes no Ensino Superior. “Precisamos considerar, neste momento, o uso das plataformas adequadas; a criação de objetos de aprendizagem; buscar estimular os nossos alunos para uma postura mais ativa; fazer uma reflexão no processo da docência; e buscar a formação docente para o uso dos objetos de aprendizagem”, frisou.

 

As atividades também contam com a participação dos estudantes. Márcia Nicoly Pereira, 16, do Colégio Estadual Professora Lia Publio, localizado no distrito de Ibitira, em Rio do Antônio, falou sobre o seu projeto “Levantamento preliminar de borboletas do distrito de Ibitira” e convidou os estudantes para o início das atividades. “O projeto tem o objetivo de fazer a identificação das espécies de borboletas existentes na nossa cidade e conscientizar a população quanto a importância desses animais. Nós participamos da Feira de Ciências, Empreendedorismo e Inovação da Bahia (FECIBA) e foi uma experiência incrível. Gostaria de lembrar a todos os colegas que as aulas estão voltando no dia 15 e é muito importante que, neste momento, estejamos todos juntos, nem que seja virtualmente, pois a educação é essencial”, disse.

Fotos: Divulgação



--
Assessoria de Comunicação
Secretaria da Educação do Estado da Bahia
Contato: (71) 3115 9026
www.educacao.ba.gov.br
Share on Google Plus

About Visão de Águia

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.

0 Comments:

Enviar um comentário

Fale Conosco

Fale Conosco