Secretária de Educação de Ibicaraí concede entrevista exclusiva para a Rádio Palestina FM

 


A secretária municipal de Educação, Miriam Andrade, deu uma entrevista exclusiva na Rádio Palestina FM, no início da tarde da última sexta-feira, dia 25, para os radialistas Josevan Dias e Zildo Nascimento. Por mais de uma hora a secretária falou da educação local, do reinício das aulas presenciais, sobre a pandemia e o seu impacto nas escolas, das reformas de todas as escolas da rede pública municipal e da valorização dos professores nessa gestão.

Josevan Dias perguntou para a secretária quando as aulas voltarão e Miriam deixou claro que as aulas irão voltar no mês de março (segunda-feira, dia 7 de março) de uma forma remota, híbrida e semipresencial. “Em abril nossos alunos voltarão 100% presencial. Esse é o planejamento no qual estamos trabalhando, pois estamos reformando nossas escolas e com fé em Deus tudo dará certo. Qualquer dúvida os pais devem procurar a unidade escolar do seu filho”, disse Miriam.

Na sequência Zildo Nascimento perguntou para a secretária quantas escolas têm no município e quais já foram reformadas. 

A secretária disse que no total são 19 escolas, das quais cinco passam por uma grande reforma. Na Salomeia tem o Ramiro Berbert de Castro e a Creche Belizana Pereira. “No distrito do Cajueiro Velho nós estamos praticamente reconstruindo o Olavo Bilac. No Cajueiro Novo estamos reformando e ampliando o Raimundo Cordeiro de Almeida, com a construção de um novo banheiro, e aqui na sede estamos reformando o José Tito de Lima, no bairro Bela Vista, esse já está na faze final (pintura). É importante salientar que todas as outras estão sendo atendidas dentro das suas urgências. Tem escola que é só telhado, outras a parte elétrica e hidráulica ou pintura. O que posso garantir é que até o final do ano todas as escolas serão reformadas”, falou a secretária.

Josevan Dias fez uma pergunta de um ouvinte com relação aos professores contratados. A secretária disse que nesse momento está ajustando a rede e nesse estágio existe uma programação para os professores efetivos e na sequência eles entrarão nos contratados. “Preciso nesse momento parabenizar a prefeita Monalisa Tavares, que chegou ao final do ano e conseguiu ajustar as contas e não demitir nenhum contratado. Tudo tem caminhado dentro da normalidade”, disse Miriam.

Em seguida Zildo perguntou sobre o aumento dado pelo Governo Federal de 33,24% para os professores e onde vai sair esse aumento. 

A secretária explicou que todo o dinheiro que chega para a Educação é com base na quantidade de alunos matriculados, pois cada aluno tem um custo, um valor. “Esses valores não foram alterados. A nossa sorte foi que no início da gestão houve uma ação que enxugou a folha da Educação, o que vai nos ajudar. Nesses 14 meses de gestão nunca houve atraso, a folha nunca foi dividida e nós sempre pagamos até o dia 30 de cada mês. Nosso município já cumpriu a lei e já pagamos com aumento esse mês. Em Ibicaraí nenhum professor ganha abaixo do piso”, disse Miriam. 

Josevan perguntou o que o município pretende fazer com o Colégio Estadual Eduardo Spínola. 

Miriam disse que está em negociação para transferir o prédio para o município. “No Spínola o nosso desejo é implantar o projeto piloto para educação em tempo integral. E onde funciona hoje o Ressurgir (onde funcionava o Ângelo Magalhães) passaria para o Spínola, e no prédio do Ressurgir passaria a funcionar o Centro de Atendimento a Educação Especial (CAEE), que iremos implantar. Nossa ideia é ter uma escola em tempo integral e inclusiva” afirmou a secretária. 

“Neste ano de 2022 o projeto de educação integral será custeado pelo município. Somente a partir de 2023 que começaremos a receber verba para a educação integral. Em abril, se o prédio já estiver conosco, nós passaremos para uma segunda etapa, onde o aluno vem pela manhã, assiste aula e volta para casa às 11:30h para almoçar; e no período da tarde o aluno vai voltar para fazer as oficinas. Em maio nós entraremos na terceira etapa. Esse projeto é piloto, pois pretendemos no futuro colocar em todas as escolas. Peço para todos os pais que tenham paciência, pois é um projeto ousado, pioneiro no município e que tem tudo para dar certo”...

...“Com relação ao transporte universitário, vai acontecer sim. A informação que temos é que nós vamos iniciar com o transporte noturno. É um desejo da prefeita ofertar transporte para o diurno e o noturno, só que nesse momento é impossível bancar esses dois turnos. Com relação ao transporte rural, não há necessidade de procurar a Secretaria, pois cada diretor de cada escola já vai passar essa informação para a nossa Secretaria de Educação. Já estamos fazendo a revisão dos nossos três ônibus. As rotas só poderão ser criadas com a chegada das informações dos alunos. Precisaremos de tempo para que o transporte funcione plenamente. Quero finalizar dizendo que a verba vem de acordo com a quantidade de alunos, quanto mais alunos, quanto mais alunos, mais verba. Melhorias e investimentos dependem de alunos matriculados. Estamos com um déficit muito grande de alunos. Onde estão os nossos alunos?”, finalizou a secretária Miriam Andrade.


Texto e fotos: Ascom Prefeitura de Ibicaraí

Data: 28.02.2022






Share on Google Plus

About Visão de Águia

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.

0 Comments:

Enviar um comentário

Fale Conosco

Fale Conosco