Leão diz que Rui e Wagner recuaram de acordo por pressão da militância do PT

 


por Anderson Ramos

Leão diz que Rui e Wagner recuaram de acordo por pressão da militância do PT
Foto: Bahia Notícias

O vice-governador e provável candidato ao Senado João Leão (PP) voltou a falar sobre o imbróglio que resultou na mudança da chapa governista para a disputa das eleições de outubro. O progressista acredita que Rui Costa (PT) desistiu de tentar o Senado e reconsiderou sua decisão de renunciar ao governo por pressão do próprio partido.

 

Com a decisão de Rui, o desenho da majoritária chegou a mudar, com Jaques Wagner sendo susbstituído por Otto Alencar (PSD) na cabeça da chapa. Com isso, Leão assumiria o governo por nove meses. Porém, a estratégia foi desfeita, Rui permaneceu no cargo e o PT indicou o secretário de Educação Jerônimo Rodrigues para a disputa ao Palácio de Ondina, e Leão continuou como vice, sem assumir a cadeira de governador, o que causou a sua saída do grupo governista.  

 

“Foram pressionados pela militância do PT. Se eu fosse governador, os companheiros do PT achavam que eu não iria cuidar deles, achavam que eu iria cuidar só dos deputados do PP. Foi uma celeuma e nessa celeuma quem pagou pato foi João Leão”, disse o vice durante entrevista ao programa Isso é Bahia, da rádio A Tarde FM em parceria como Bahia Notícias. “É um negócio meio complicado, de não apoiar ninguém, é só eu, eu, eu e eu. Por isso que eu saí”, acrescentou Leão.

 

Com o rompimento da base governista sacramentada, Leão deve anunciar nesta quinta-feira (17), a sua candidatura ao Senado na chapa de ACM Neto (UB). O vice já deixou claro que mesmo aliado ex-prefeito de Salvador, ele vai apoiar Luiz Inácio Lula da Silva (PT) para a Presidência da República.

 

“Ainda não conversei isso com Neto [apoio a Lula]. Só não quero que o próprio Lula venha dizer que estou colocando o santinho dele indevidamente. Para isso precisamos ter uma conversa com o presidente Lula. Certo que meu santinho será de cabo a rabo com ACM Neto”, argumentou.

 

OFENSIVA CONTRA PREFEITOS

Na ocasião, João Leão foi questionado sobre a ofensiva que o governo está fazendo para manter prefeitos do PP na base. Fontes internas ligadas ao Progressistas no estado revelaram ao Bahia Notícias que todos os 92 prefeitos da legenda foram procurados por interlocutores petistas (veja aqui).

 

Leão duvidou da ofensiva. “Convivi com Rui durante sete anos e não vejo em Rui Costa, pela sua personalidade, ele chegar e dizer que vai cooptar o prefeito, que não vai assinar o convênio com essa prefeitura. Realmente tem algumas lideranças petistas ligando para prefeitos nossos, mas sem a autorização do govenador Rui Costa. Isso não é republicano”.

Share on Google Plus

About Visão de Águia

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.

0 Comments:

Enviar um comentário

Fale Conosco

Fale Conosco