Ibi Terra Santa

Com G-4 como meta e aquém do Palmeiras, Dorival completa um turno no comando do Flamengo

 


Um turno inteiro em praticamente quatro meses. Dorival Júnior conseguiu revolucionar o trabalho do Flamengo na temporada, colocou o time em duas finais, mas não foi suficiente para entrar na briga pelo Brasileirão. Com a vitória sobre o Bragantino, sábado, o treinador agora já enfrentou todos os adversários na competição e a campanha particular colocaria a equipe na quarta colocação, só que ainda bem atrás do Palmeiras.

Desde a troca de treinador, o Flamengo soma 11 vitórias, três empates e cinco derrotas. Um aproveitamento de 63,15% com 36 pontos conquistados. No período, Inter (38) e Fluminense (37) foram melhores, e o Palmeiras se destacou ainda mais na ponta da tabela com 44 e impressionantes 77,19% de aproveitamento - performance melhor do que os 72% que garantem a liderança com folga na competição. 

Com o foco nítido nas disputas em mata-mata, onde se classificou para as finais da Copa do Brasil, contra o Corinthians, e da Libertadores, diante do Athletico-PR, Dorival Júnior optou por utilizar o time reserva na maior parte destas 19 partidas. Decisão controversa em muitos momentos, mas que ainda assim garantiu uma escalada importante em uma tabela que começava a apontar o alarme para o risco de Z-4 quando Paulo Sousa foi demitido, após derrota por 1 a 0 para o Bragantino, no dia 8 de junho.


Dorival assumiu o Flamengo na 14ª colocação, com 12 pontos. Atualmente, a equipe está em quinto, com 48. Neste recorte, chama a atenção os gols marcados: 38, disparado o melhor ataque, contra 33 de Inter e Flu. A defesa, com 18 gols sofridos, é apenas a quinta empatada com Corinthians, Fortaleza, Galo, Botafogo, Cuiabá. Santos e Inter (17), Athletico-PR (16) e Palmeiras (14) tiveram melhor rendimento defensivo.


A distância para o Palmeiras, que chegou a ser de sete pontos, agora é de 15 e torna a luta pelo título quase que utópica. Dorival, no entanto, não jogou a toalha:


"O time não deixou de ser focado em momento nenhum. Tivemos dois empates e duas derrotas que diminuíram nossas possibilidades, mas não desistimos e nem pode ser dessa forma"

- Lutamos sempre pelos melhores resultados, e o campeonato está sendo difícil para todos os times, especialmente para o Flamengo, que tem chegado na maioria das finais. Isso dificultou nossa caminhada no Brasileiro, porque era uma caminhada de recuperação e não poderíamos mais errar.

Enviar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem

Fale Conosco

Ibi Terra Santa