Márcia Aguiar coloca tornozeleira eletrônica após intimação da Justiça


Márcia Aguiar, mulher de Fabrício Queiroz, chegou por volta das 10h desta sexta-feira (17) à Central de Monitoramento do Estado do Rio. Intimada pela Justiça, ela compareceu ao local para colocar uma tornozeleira eletrônica.
Márcia cumpre prisão domiciliar junto com o marido. Queiroz deixou o presídio no dia 10 de julho já com a tornozeleira eletrônica. Ele foi ouvido pelo Ministério Público (MP) na quarta-feira (15).
Os dois são investigados no esquema de “rachadinha” do gabinete de Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ), quando ele era deputado estadual no Rio.
Após três semanas foragida, Márcia apareceu, neste sábado (11), no próprio apartamento, na Taquara, na Zona Oeste.
Buscas do Ministério Público
Márcia era procurada desde a prisão do marido, no dia 18 do mês passado. Ambos foram assessores do então deputado estadual Flávio Bolsonaro -- Márcia serviu no gabinete entre 2007 e 2017.

No dia 23, o Ministério Público de Minas Gerais e a Polícia Militar mineira chegaram a fazer uma busca na casa da madrinha de Queiroz, em Belo Horizonte, onde se acreditava que Márcia estava escondida.

Equipes estiveram ainda em endereços em São João de Meriti, na Baixada Fluminense, na casa da mãe e das irmãs, mas ela não foi encontrada.

Habeas corpus
O benefício da prisão domiciliar foi concedido após uma decisão do ministro João Otávio Noronha, presidente do Superior Tribunal de Justiça (STJ), na quinta-feira (9).

Uma das filhas dele deixou uma mensagem emocionada avisando que ia buscar o pai no Complexo Penitenciário de Gericinó.
Share on Google Plus

About Visão de Águia

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.

0 Comments:

Enviar um comentário

Fale Conosco

Fale Conosco